COMUNICADO URGENTE AOS TRABALHADORES DA FUMEC
COMUNICADO URGENTE AOS TRABALHADORES DA FUMEC
ATENDIMENTO NUTRICIONAL ON-LINE NO SAAEMG
ATENDIMENTO NUTRICIONAL ON-LINE NO SAAEMG
PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA PEDIDO DE BOLSAS DE ESTUDOS ATÉ 25/06/2020
PRORROGAÇÃO DE PRAZO PARA PEDIDO DE BOLSAS DE ESTU
COMUNICADO 11/06/2020 – RESULTADO ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA VIRTUAL - APROVAÇÃO CONVENÇÃO COLETIVA DE TRABALHO 2020/2021
COMUNICADO 11/06/2020 – RESULTADO ASSEMBLEIA GERAL
PROPOSTA DE CCT 2020/2021 A SER VOTADA NA AGE VIRTUAL
PROPOSTA DE CCT 2020/2021 A SER VOTADA NA AGE VIRT
EDITAL DE CONVOCAÇÃO - ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA VIRTUAL
EDITAL DE CONVOCAÇÃO - ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDIN
NEGOCIAÇÕES CONVENÇÃO COLETIVA DE TRAB. 2020/2022
NEGOCIAÇÕES CONVENÇÃO COLETIVA DE TRAB. 2020/2022
COMUNICADO AOS AUXILIARES DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR
COMUNICADO AOS AUXILIARES DE ADMINISTRAÇÃO ESCOLAR
COMUNICADO FUNCIONAMENTO SAAEMG
COMUNICADO FUNCIONAMENTO SAAEMG
Conheça as decisões da liminar
Conheça as decisões da liminar
Convênio médico com atendimento gratuito
Convênio médico com atendimento gratuito
Associados do SAAEMG e seus dependentes contam com atendimento médico gratuito na rede de clínicas Dr.Agora
Bolsas de Estudos - 2020
Bolsas de Estudos - 2020
Pedidos deverão ser feitos no sindicato a partir de abril
Plano de saúde Unimed para a categoria
Plano de saúde Unimed para a categoria
Fale com um consultor agora
Homologação das Rescisões Contratuais
Homologação das Rescisões Contratuais
O SAAEMG orienta as empresas, contabilidades e trabalhadores que as rescisões contratuais devem ser homologadas no sindicato.
Aos funcionários das escolas de idiomas
Aos funcionários das escolas de idiomas
Leia abaixo o documento
Atenção Auxiliares de Administração Escolar
Atenção Auxiliares de Administração Escolar
O SAAEMG orienta os trabalhadores nos seguintes pontos:

    Notícias

    22/08/2019
    07 de setembro, nas ruas pela educação, democracia e soberania nacional
    por ANPG com informações do Brasil de Fato

    No dia 13 de agosto estudantes e trabalhadores de mais de 205 cidades realizaram atos por todo Brasil contra os cortes na educação, nas bolsas de estudos CAPES e CNPq e a ameaça da privatização das universidades e institutos federais através do Programa “Future-se”.

    O governo Bolsonaro ataca cotidianamente de forma absurda a democracia e a nossa soberania nacional. As declarações sobre Fernando Cruz, estudante assassinado pela ditadura militar causou indignação a todos que defendem as liberdades democráticas. Recentemente, as declarações acerca do projeto de venda da amazônia e a demissão do presidente do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), são alguns dos fatos que mostram as intenções obscuras do governo com o nosso patrimônio natural. Não vamos naturalizar o absurdo!

    No próximo dia 7 de Setembro, a União Nacional dos Estudantes (UNE),  a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (UBES), a Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG), entidades educacionais, movimentos sociais e de trabalhadores convocam os estudantes e toda sociedade para um novo grande ato em defesa da educação, da democracia, do emprego, da aposentadoria e do meio ambiente e contra todo o desmonte causado pelo governo Bolsonaro.

    No dia que comemoramos a independência do Brasil, também será um dia de resistência e de luta pelo Brasil e pelos brasileiros!

    Em Belo Horizonte, a concentração será às 9h, no viaduto Santa Tereza (Praça da Estação).

    FUT 1

    Impactos

    A Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) elaborou um estudo com os principais impactos da implementação do plano Future-se, como foi apresentado pelo governo.

    Como consequência grave, o estudo aponta para uma gradativa privatização e sucateamento da educação superior. Principalmente por conta da entrada das OS na gestão das instituições de ensino e pesquisa, o que poderia causar uma grande perda na diversidade.

    Para Iago Montalvão, presidente da União Nacional dos Estudantes (UNE), o governo Bolsonaro apresentou o plano Future-se sem detalhar o que seria exatamente a participação das OS.

    “Não ficou claro o papel das OS, o MEC não explicou, fugiu desse tema que na nossa opinião é o tema central do plano porque ataca a autonomia das universidades”, disse.

    A entrada da gestão privada nas universidades e a parceria com empresas, que querem retorno a curto prazo, poderia levar a cobrança de mensalidade em cursos de universidades públicas, como aconteceu no Chile.

    A UNE quer que o governo abra uma discussão para ampliar o investimento de recursos públicos na educação, que foram reduzidos desde a criação do teto de gastos com o setor, ainda no governo Temer, e com os seguidos congelamentos promovidos pelo governo Bolsonaro.

    Leia também:

    Protestos em defesa da educação e contra a reforma da Previdência levam milhares de pessoas às ruas de BH e de todo o país

    Por Reforma da Previdência, educação perde quase R$ 1 bi

    Governo bloqueia mais de R$ 348 milhões da educação 

    Educação é a área com maior desaprovação no Governo Bolsonaro

    Governo corta repasse para educação básica e esvazia programas

    Como a reforma da Previdência de Bolsonaro afeta as mulheres brasileiras

    Em nota, CNBB cita Papa Francisco e diz que reforma da Previdência deve ser duramente denunciada

    Reforma da Previdência dificulta aposentadoria e rebaixa benefícios

    Saiba quais os deputados Federais de Minas Gerais que estão contra o seu direito de se aposentar

     

    Rua Hermilio Alves, 335
    Santa Tereza - Belo Horizonte - MG
    CEP 31.010-070
    (31) 3057-8200